Prêmio Anamaco 2017 homenageia deputado Rogério Marinho

Quarta-Feira, 27 de Setembro de 2017

 

   

 Relator da reforma trabalhista foi o primeiro deputado na história a receber o troféu “Operário Nº1 da Construção” - a maior condecoração da entidade


Weber  Quartzolit e Nicom receberam os prêmios de Personalidade da Indústria e do Comércio




O relator da reforma trabalhista, deputado Rogério Marinho, foi o grande homenageado da 26ª edição do Prêmio Anamaco. O evento aconteceu nesta terça-feira, 26 de setembro, no Espaço das Américas, em São Paulo, e reuniu 1.500  pessoas entre lojistas, empresários do setor e autoridades.

Marinho foi o primeiro deputado na história a receber o troféu “Operário Nº 1 da Construção”, maior condecoração da entidade, pelos serviços prestados ao desenvolvimento do setor e do país com a modernização das leis trabalhistas. “É com muito orgulho e satisfação que entregamos ao deputado a nossa pá dourada, símbolo máximo do nosso respeito e agradecimento por sua atuação à frente da reforma trabalhista, que beneficiará o nosso setor e, principalmente o nosso país, com a flexibilização do modelo atual. A implementação do trabalho intermitente permitirá que as 148 mil lojas de material de construção existentes em todo o Brasil adequem seu fluxo de funcionários nos horários de pico, contratando pessoas por hora com todos os direitos de empregado garantidos e gerando milhares de vagas de emprego”, declarou Cláudio Conz, presidente da Anamaco.

Em 26 anos de Prêmio Anamaco, apenas presidentes, ex-presidentes ministros e governadores haviam recebido a homenagem, entre eles Fernando Henrique Cardoso, Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff. 

Personalidades da Indústria e do Comércio do ano são da Weber Quartzolit e Nicom



 

Todos os anos, o Prêmio Anamaco também homenageia pessoas que tenham contribuído para a melhoria e desenvolvimento da cadeia produtiva do setor. Em 2017, o troféu “Personalidade da Indústria” foi entregue a Renato Holzheim, diretor geral da Weber Quartzolit. 

Com 33 anos de experiência profissional, Renato está no Grupo Saint-Gobain desde 1998 e tem expertise em gestão comercial, planejamento financeiro e estratégico, reestruturação de empresas, formação de equipes de alto desempenho, implementação de projetos industriais green-field no Brasil e no exterior, e gestão de investimentos. “Estamos muito orgulhosos por prestar essa homenagem ao Renato e à Weber Quartzolit, líder mundial na produção de argamassas industrializadas, pela importância que ambos têm desempenhado em prol do desenvolvimento do setor e, principalmente, pelo compromisso deles com o mercado, ética e qualidade”, declara o presidente da Anamaco, Cláudio Conz.



 

Já o troféu “Personalidade do Comércio” foi recebido por Hiroshi Shimuta, presidente da Nicom - "o Gigantão da Construção”. O estabelecimento foi fundado em 1989, em uma área de apenas 35 metros quadrados, com seis funcionários, um caminhão e uma Kombi. Hoje, a Nicom é  a quinta maior loja do setor no Estado de São Paulo e a 25ª colocada no Brasil. “O Hiroshi é uma das pessoas mais engajadas em contribuir com o crescimento do nosso setor. Além de fazer um excelente trabalho à frente da Nicom, ele tem um papel fundamental nas discussões e projetos da nossa entidade, participando ativamente dos Conselhos da Acomac São Paulo e da Anamaco. É chegada a hora de reconhecermos o excelente trabalho que ele vem desempenhando”, completa Conz.

O evento desta terça-feira foi iniciado pelo presidente do Conselho Deliberativo da Anamaco, Marcos Atchabahian, que prestou uma homenagem especial ao presidente de Honra da entidade, José Olavo Nogueira, pelos seus 90 anos. “José Olavo é um exemplo de dedicação e amor ao nosso sistema Anamaco/Fecomac/Acomac. É muito inspirador que o nosso fundador ainda esteja tão ativo, participando das nossas decisões e nos guiando com sua sabedoria a cada evento ou tomada de decisão”, declara Marcos. 

A premiação ainda condecorou a Aliança Metalúrgica, pelos seus 90 anos de fundação. 



Melhores do ano

Em 2017, o Prêmio Anamaco homenageou empresas atuantes em 65 segmentos da indústria do setor, reconhecidas por terem se destacado no último ano, com base nos resultados da Pesquisa Anamaco.

O estudo é uma importante ferramenta de marketing, que existe desde 1991 e traz o perfil dos lojistas varejistas, com insights para seu planejamento estratégico, além da presença da categoria na qual atua e a presença de sua marca dentro do cenário competitivo nos últimos quatro anos. 

Para determinar os vencedores do Prêmio Anamaco 2017,  foram ouvidos 1.650 lojistas de material de construção, por telefone, com a utilização do sistema CATI (Computer Assisted Telephone Interviews). A amostra é segmentada em dois grupos de lojas: “Pulverização” – no qual são computadas apenas as respostas de lojistas de pequeno e médio portes – e “Grandes Clientes” – lojistas de material de construção de grande porte, extraídos de uma listagem da Anamaco, representativa do universo. Quando uma empresa é vencedora no primeiro lugar dos dois grupos de lojas, ela recebe o troféu máster.




Veja mais fotos do evento aqui

 

Sobre a Anamaco

A Anamaco - Associação Nacional dos Comerciantes de Material de Construção - é uma entidade de classe, sem fins lucrativos, que funciona como interface entre os órgãos governamentais e as Acomacs e Fecomacs, demais entidades, fabricantes e comerciantes de material de construção. Em 2017, a entidade comemora 53 anos de fundação de seu sistema associativista.

O nosso papel é desenvolver ações junto ao poder público apresentando sugestões e projetos que têm por objetivo aumentar as vendas de material de construção, promovendo o desenvolvimento do setor e do país como um todo. A Anamaco também promove discussões em torno de assuntos que podem interferir diretamente na cadeia produtiva da Construção, como questões ligadas à tributação, projetos de lei etc. 

Com cerca de 148 mil lojas em todo o país (incluindo 136.868 lojas varejistas e mais de 12 mil lojas atacadistas), o setor de material de construção é parte integrante do complexo denominado de “ConstruBusiness”, que representa 9,1% do PIB brasileiro. Cada R$1 produzido na construção gera R$ 1,88 na produção do país. As atividades da cadeia ocuparam 11,3 milhões de pessoas em todo o país em 2014, sendo que comércio e serviços correspondem a 16,2% desse total. 

A cadeia da construção é o 4º maior gerador de empregos do país e remunera seus trabalhadores 11,7% mais do que os outros setores da economia. Em termos reais, o valor adicionado pelo comércio de material de construção cresceu a uma taxa de 8,5% ao ano entre 2007 e 2014, e o emprego expandiu-se a um ritmo de 6,5% ao ano.

O nosso presidente, Cláudio Elias Conz, é membro do Conselho Curador do FGTS, representando a CNC. É também presidente do Sindicato do Comércio Atacadista de Material de Construção (Sincomaco) e do Instituto Brasileiro de Serviços e Terceirização na Construção e na Habitação (IBSTH). Conz também atua como coordenador da Câmara Brasileira de Materiais de Construção da CNC (Confederação Nacional do Comércio) e como presidente da Organização de Auxílio Fraterno (OAF), entidade sem fins lucrativos que visa desenvolver e ampliar projetos e ações socioeducativas, que promovam o reconhecimento dos direitos fundamentais, a organização e a emancipação da população de rua.

 

Comentários
Nome
E-mail
Mensagem
Imagem

Comentários



Novos Parceiros

Pesquisas

Prêmio Anamaco

TOP Anamaco

Escola do Varejo Anamaco