ABDI lança laboratório do varejo no Shopping Frei Caneca

Quarta-Feira, 13 de Junho de 2018

 A Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), em parceria com o Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC) lançou o ProVa – Laboratório de Inovação do Varejo, localizado no Shopping Frei Caneca, em São Paulo (SP). O projeto tem como objetivo apresentar tecnologias inovadoras para o mercado e promover atividades que ajudem a fomentar o varejo nacional. É o primeiro do gênero na América Latina.

 

O nome ProVa nasceu da expressão “pró-varejo”. A ideia da criação de um espaço físico para a elaboração de atividades, focadas no desenvolvimento do setor varejista, veio da necessidade de aumento da produtividade e da competitividade do setor. O laboratório vai atender e capacitar varejistas de médio porte de todo o Brasil, preparando-os para competir e recuperar um setor que impacta em 47,4% do PIB brasileiro, segundo estudo da SBVC (Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo).

Na avaliação do ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços Marcos Jorge afirmou: “Pretendemos aumentar a integração entre os setores. No ProVa, as empresas poderão realizar testes, validações e desenvolvimento de novas soluções e tecnologias. O nosso objetivo é incentivar o aumento da competitividade do varejo brasileiro, além da criação de novos modelos de negócio, o desenvolvimento de produtos e serviços, a melhoria do atendimento e a interação com outro segmentos como a indústria”.

O presidente da ABDI, Guto Ferreira, explicou que o principal objetivo é apresentar soluções para os problemas dos lojistas. “Quem vier conhecer o projeto será apresentado ao que de mais inovador está sendo feito no mundo, direcionado ao setor varejista”.

Ao longo de 24 meses, serão desenvolvidas ações voltadas para os lojistas de todas as regiões brasileiras. O ambiente conta com áreas de coworking, ilhas de tecnologia e espaço para eventos. Mais de cem atividades estão previstas para serem realizadas, tais como meetups, ciclos de design thinking, feiras e workshops. A expectativa é receber10 mil tomadores de decisão do varejo. Para participar do projeto, o varejista pode dirigir-se diretamente ao local ou entrar em contato com a ABDI ou MDIC. As próprias associações varejistas podem trazer demandas específicas para determinados setores.

Os resultados esperados com a ação são: adesão e participação de empresas e associações do setor de varejo e de serviços que buscam soluções inovadoras com elevado conteúdo técnico e tecnológico para seus problemas; atração de startups e a diversificação de instrumentos de fomento para o desenvolvimento de novas soluções e produtos para o varejo; aumento da participação dos fornecedores nacionais e estrangeiros no desenvolvimento de soluções e produtos para o segmento varejista.

Fonte: Mercado e Consumo
Comentários
Nome
E-mail
Mensagem
Imagem

Comentários



Novos Parceiros

Pesquisas

Prêmio Anamaco

GRAA

Escola do Varejo Anamaco